Archive for Abril 2012

Estante Packman



Fonte: http://www.rungmasti.com/2011/08/awesome-book-shelves/

Posted in | Leave a comment

Opinão: Jogos da Fome (I)


Este livro chama a atenção pela abordagem do narrador, não sendo um narrador omnipresente, permite-nos entrar na pele da personagem principal Katniss. O que à partida parece limitativo oferece à história um ambiente de suspense e mistério quanto às intenções e desejos das personagens envolventes, obrigando o leitor a questionar-se sistemáticamente, se será correcta a percepção da personagem.

Se juntarmos cenários que oscilam entre a pobreza extrema do distrito 12 e os majestosos edifícios do Capitol. Juntando as mais interessantes inovações tecnológicas, temos os ingredientes necessários para um bom livro que não podemos parar desde a primeira à última página.

5 Estrelas

Posted in | Leave a comment

Estantes engraçadas



Fonte:http://www.rungmasti.com/2011/08/awesome-book-shelves/

Posted in | Leave a comment

A Mulher-Casa






Título: A Mulher-Casa

Autor: Tânia Ganho

Págs: 376

Editora: Porto Editora



… um olhar único sobre a romântica capital francesa, a autora dá-nos também a perspetiva de uma mulher que abdica da sua própria vida em prol do marido e do filho, o que a reduzirá à solidão …

O Livro

Ela é uma modista de chapéus pouco conhecida; ele, um ghostwriter de políticos menores e personalidades duvidosas. Quando trocam a pacata Aix-en-Provence pela imponente Paris, levam consigo toda uma bagagem de sonhos e promessas de glamour. Porém, o crescente sucesso profissional do marido depressa reduz Mara ao papel de mãe e dona de casa, arrastando-a para um abismo de solidão e desencanto.

É então que se envolve com Matthéo, um jovem chef mais novo do que ela, e de súbito se vê enredada numa espiral de sentimentos contraditórios onde a lealdade, a luxúria e o dever encerram as agonizantes perguntas: poderá uma adúltera ser uma boa mãe? Poderá ela esperar que este amor proibido a salve de si mesma e da sua falta de fé?

O autor:

Tânia Ganho nasceu em Coimbra, onde estudou e deu aulas de tradução como assistente convidada da Universidade. Depois de ter feito legendagem de filmes durante vários anos e de ter passado pela redação da SIC como tradutora de informação, decidiu dedicar-se exclusivamente à literatura. É tradutora de autores como David Lodge, Ali Smith, Rachel Cusk, Chimamanda Ngozi Adichie, Annie Proulx, Abha Dawesar, Jeanette Winterson e Anaïs Nin, entre muitos outros. Tem já publicados os romances A Vida sem Ti, Cuba Libre e A Lucidez do Amor, este último na Porto Editora.

Posted in , , , | Leave a comment

Convites de lançamentos de livros


Posted in , | Leave a comment

Opinião: Os Sitios sem resposta


Vejo este livro como uma viagem à solidão de um homem, que vê o futebol como ponto de encontro entre as raízes, os afectos de uma família distante e as relações com os colegas. Um homem que procura um recomeço, uma mudança de vida. Somos levados a entrar nas preocupações e hesitações do quotidiano desta personagem pela mão experiente de Joel Neto.

3 Estrelas

Posted in , | Leave a comment

Resultado Passatempo: Um Tesouro Maior




Bom dia a todos,

Como sabem este foi o primeiro passatempo, e estão mais dois em vigor (canto superior esquerdo).

O blog Livro e Marcadores e a Editora Alfarroba agradecem as participações.





após 25 dias "efectivos" de vida do blog tivemos 143 participações e o(a) vencedor(a) foi:

(118) Ana Cláudia Paiva Santos - Figueiró dos Vinhos

Parabéns
A equipa do "Livros e Marcadores"

Posted in , , | Leave a comment

Marcador de prata

Fonte: http://promo-trade.sololtd.com/bestsellerstrade/sterling-silver-book-mark.html

Posted in , | 3 Comments

O Sorriso das Mulheres






Título: O Sorriso das Mulheres

Autor: Nicolas Barreau

Págs: 292

Editora: Quinta Essência



O romance mais encantador da temporada

O Livro

Para Aurélie Bredin, as coincidências não existem. Jovem, sensível e atraente, é a proprietária de um pequeno e romântico restaurante, Le Temps des Cerises, situado no coração de Paris, a dois passos do Boulevard Saint-Germain.

Naquele pequeno restaurante forrado a madeira, com toalhas aos quadradinhos vermelhos e brancos, o seu pai conquistou o coração da sua mãe graças ao menu d’amour. E foi ali, rodeada pelo aroma do chocolate e da canela, que Aurélie cresceu e onde encontra consolo nos momentos difíceis da sua vida.

Mas agora, magoada pelo abandono de Claude, nem sequer a calidez acolhedora da cozinha é capaz de consolá-la.

Uma tarde, mais triste que nunca, Aurélie refugia-se numa livraria. Um romance, O Sorriso das Mulheres , chama a sua atenção. Quando o folheia, descobre que a protagonista é inspirada nela e que Le Temps des Cerises é um dos cenários principais.

Graças a esta prenda inesperada, volta a sentir-se animada. Decide entrar em contacto com o autor, Robert Miller, para lhe agradecer. Mas isso não é fácil. Qualquer tentativa de conhecer o escritor – um misterioso e esquivo inglês – morre na secretária de André Chabanais, o editor que publicou o romance.

Porém, Aurélie não desiste e quando um dia surge efectivamente uma carta do autor na sua caixa de correio, acaba por daí resultar um encontro bem diferente daquele que tinha imaginado….

O autor:

Nicolas Barreau nasceu em 1980 em Paris, filho de mãe alemã e pai francês, estudou Literaturas Românicas e História na Sorbonne. Durante algum tempo trabalhou numa livraria da Rive Gauche em Paris, até que finalmente se dedicou à escrita. Gosta de restaurante e de culinária, acredita no destino, é muito tímido e reservado e, tal como o escritor protagonista desde livro, não gosta de aparecer em público. Os seus três romances, publicados originalmente por uma pequena editora alemã, alcançaram um enorme êxito, em especial O Sorriso das Mulheres, que se tornou um fenómeno editorial na Alemanha, em Itália e em (...)

Posted in , , | Leave a comment

Passatempo: Há sempre um Amanhã


Passatempo: Há sempre um Amanhã de Anita Notaro

A Editora Quinta Essência em Parceria com o Blog Livros e Marcadores, oferece um exemplar do livro "Há sempre um Amanhã" a um dos participantes neste passatempo.

- Só são aceites participações de Portugal válidas (respostas correctas)
- Apenas uma participação por pessoa
- São aceites participações até dia 08 de Maio de 2012.


Poderão encontrar as respostas aqui:

Passatempo terminado



Participe também nos outros passatempos em vigor (canto superior esquerdo)

Posted in , | Leave a comment

Entrevista com Pedro Boucherie Mendes


1 – “Agora” não sendo o primeiro livro que publica é o seu primeiro romance. Apresenta-se com personagens muito interessantes e apelativas. Que podemos esperar do “Agora”?

Não faço ideia. Cada leitor recebe o que pretende. Muitas das nuances vão certamente escapar, mas julgo que posso garantir que é de leitura escorreita, empolgante e um daqueles livros que queremos ver como termina. Lições de moral ou ensinamentos é que já são um problema de cada um.

2 – Este foi um projecto longo, ou por outro lado, fluiu facilmente?

As duas. Certos personagens escreviam-se sozinhos, outros eram arrancados a ferros. Um autor, ou pelo menos eu, tem sempre dificuldade em criar o que detesta ou pelo menos aquilo com o qual não se identifica enquanto pessoa. E em Agora há muitas coisas nas personagens muito distantes de mim.

3 – Li algures numa entrevista sua que trabalha depressa e bem. Podemos esperar para breve outros romances?

Espero que sim.

4 – A maioria dos escritores que entrevistamos mantêm uma vida profissional paralela à escrita muito atarefada, e o Pedro não é excepção. Como consegue conciliar tudo?

Sou organizado e sobretudo esta atividade de escritor não pode ser levada a tempo inteiro. Ou seja, os livros acabam-se quando se acabam.

É negativo não ficarmos milionários digamos assim, mas tem o lado positivo de não haver prazos.

5 – Qual considera o seu livro de culto?

Nenhum. Não concebo o mundo dessa forma. Ou seja também não tenho quadro, música, etc. nem sequer tenho cor favorita.

Posted in , , | Leave a comment

Agora – Uma história de amores próprios







Título: Agora – Uma história de amores próprios

Autor: Pedro Boucherie Mendes

Págs: 356

Editora: Oficina do Livro



Agora, uma história de amores próprios onde percebemos que na verdade, nada se sabe sobre os outros.

O Livro

Aos 35 anos, Vasco deixou o amor fugir-lhe para sempre porque não esteve para se chatear. Quem vai pagar pelo maior erro da sua vida é Alexandra, a vizinha divorciada incapaz de perceber qual a intenção deste homem.

Vasco é insondável, até para os amigos com quem passa a maior parte do tempo: Guicas, a menina rica e cleptomaníaca que gosta demasiado de vodka e não suporta ver ninguém feliz; Miguel, que se casou com ela por dinheiro e estatuto e que agora vê na morte da mulher a solução para todos os problemas; Sofia, que não consegue esquecer Vasco e se tornou numa mãe desesperada por atenção, desconfortável no seu corpo e ressentida com os amigos; e Quico, o inconsequente marido de Sofia, que a trai com Mafalda, uma arrivista disposta a quase tudo para pertencer àquele grupo onde, na verdade, ninguém se conhece e todos estão à deriva.

Um dia, o tarólogo Zé Luís, com os seus dentes demasiado brancos, cruza-se com estes homens e mulheres.

E a vida de todos muda bruscamente.

O autor:

Pedro Boucherie Mendes nasceu em 1970 e é jornalista. Trabalhou na rádio, imprensa e televisão. Começou a escrever no jornal O Independente e, atualmente, é diretor dos canais temáticos da SIC.

Agora - Uma História de Amores Próprios é o seu primeiro romance.

Posted in , , , | Leave a comment